segunda-feira, junho 16, 2008

Uma noite de televisão

(Fernando Pessoa)

Ontem a televisão parecia estar em consonância comigo. Ou eu com ela. Um programa espectacular de Os Contemporâneos (ou deverei escrever espetacular??? não me vão aparecer aqui dois membros da ASAE do Acordo Ortográfico e levarem-me o pc), que tiveram tempo, no meio dos directos sobre a selecção (em quatro partes), para falar da greve dos camionistas, encenar uma visita do papa a um país muito pobre, contar a sua versão dos factos sobre Amy Whinehouse no Rock in Rio (em quatro partes) e até para criar a Seleccção Nacional de Escritores (em duas partes). E a canção, também. Muito bom.

Depois foi o Câmara Clara, com uma convidada especial, Germana Tânger, que dedicou mais de 50 dos seus 88 anos a dizer poesia portuguesa pelos quatro cantos do mundo. No programa falou da sua relação com poesia e com os poetas, os que conheceu e os que não, e ainda disse «Aniversário» de cor. Dedicado mais a Fernando Pessoa, 120 anos depois do seu nascimento, mas também se falou de Almada Negreiros, Vitorino Nemésio, Sá-Carneiro, José Régio... A vantagem é que todo o programa estará disponível na internet, no sítio do programa. E vale a pena, até porque se inclui uma série de indicações bibliográficas sobre Pessoa (da sua obra, ou sobre ela - ver programa do dia 15 de Junho).

Depois foi a vez da Britcom (Na Tua Ausência e A Minha Família), foi muito muito boa. E o Onda Curta, que apresentou mais três curtas, as três bastante interessantes...


Pergunto-me se estaria muito benevolente ou se a coisa ontem me correu mesmo de feição...

4 comentários:

Paulo disse...

Vem, quase vimos as mesmas coisas! A Amy dos contemporâneos foi o máximo e delirei com a Germana Tânger, quanto ao resto não vi mais nada, mas fiquei de alma cheia com o Câmara Clara, graças à convidada, claro.

Um abraço

tulisses disse...

sim, bastava a Germana Tânger para que a noite se preenchesse.

um abraço

natacha disse...

caro amigo... se vier a ASAE do acordo "tortográfico" já se safa com a sele(c)ção e os seus dire(c)tos...

Consegues imaginar quem vai fazer parte desse comité? As tias todas da linha!!!

Qualquer dia os nossos camponeses serão todos obrigados a dizer "O laite, senhor engenhairo, o laite!".

Beijocas

P.S. - Percebeste alguma coisa?

tulisses disse...

infelizmente percebi! Mas é assim mesmo, vamos ter de nos adaptar a esta coisa que aí vem... ou já veio, ou sei lá o quê... É para o que estamos, mas podia ser pior...